Literatura na Sapucaí

Este ano, o Carnaval teve o livro como um dos temas carnavalescos entre as mais conhecidas escolas de samba. Três bibliotecas desfilaram na Sapucaí, Salgueiro, Ilha do Governador e Tijuca escolheram o tema para desenvolver seus enredos. O desfile das escolas de samba do Grupo Especial do Rio foi aberto por um dos maiores personagens da literatura universal de todos os tempos: Dom Quixote de La Mancha, com sua história clássica do cavaleiro sonhador. Já o carro alegórico da Unidos da Tijuca mais brilhante foi a Biblioteca de Alexandria, que trouxe os segredos da humanidade alimentados pela literatura. Para isso, recontou a história da biblioteca famosa que, construída há 2.300 anos no Egito (e destruída por um incêndio que acabou com a “casa dos livros de todos os povos”), continua, até hoje, cercada de mistérios. O enredo do Salgueiro era sobre literatura: “Uma História de Amor sem Ponto Final”. Um dos carros alegóricos falava de um dos livros Harry Potter. Outro simbolizava a Bíblia, o mais lido e que mais influenciou o mundo Ocidental. E um outro ainda reproduziu nada menos do que uma biblioteca gigante na passarela da Sapucaí.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s